Notícias:


Veterinário aplica palestra voltada à pecuária leiteira

Agricultura
10/08/2017
Nesta tarde, a partir das 14h, o veterinário do município, Sedenir Rosolen, esteve na Comunidade Barra das Contas, onde palestrou sobre tuberculose e brucelose bovina, as quais ameaçam o setor leiteiro.

A importância do setor para Muçum é notória, onde encontra-se quarenta e três produtores, que somam 614 vacas, as quais geram cerca de 10 mil litros do produto por dia, totalizando mais de três milhões ao ano. No entanto, a região em que o município situa-se registrou casos de tuberculose e brucelose em outros períodos.

Por isso, para a Administração Municipal, a iniciativa é fundamental para passar aos agricultores medidas preventivas, a fim de evitar perdas de animais. Conforme Rosolen, tratando-se da tuberculose é importante submeter o rebanho a testes. Já no caso da brucelose, existem vacinas para a prevenção e, providências como uso de luvas, minimizam riscos. “A tuberculose, por exemplo, é uma doença que está presente em nossa região, sobretudo em pequenas propriedades”, disse o profissional.

Através de imagens, o veterinário mostrou como as doenças acometem os animais. Além disso, lembrou que as doenças são transmissíveis a seres humanos via sistema respiratório e, os mais vulneráveis, são aqueles que mantém proximidade com os bovinos. “A ideia é que os produtores façam testes para verificar presença ou não da doença. Se o resultado for positivo, obrigatoriamente ele é sacrificado”, colocou.

Os participantes por sua vez demonstraram engajamento e lançaram inúmeras perguntas, todas esclarecidas pelo profissional. Ao final, alguns produtores pediram que realize-se mais palestras do tipo, abordando novos temas.

Além do Secretário de Agricultura e Secretária de Ação Social, Cultura, Turismo e Desporto, o técnico da Emater de Muçum, Jairo Bellini, participou da palestra e enfatizou a importância dos produtores seguirem os conselhos de Rosolen. Para Jairo, o Poder Público Municipal disponibiliza profissionais capacitados que estão dispostos a auxiliar os agricultores, os quais devem procurar por estes serviços, pensando em aperfeiçoar e evitar infortúnios em sua produção.

Os testes e vacinas podem ser agendadas pelos produtores na Secretaria de Agricultura, localizada na prefeitura.

Voltar para notícias

Mais imagens: